Tempo, Vida. Relógio. À memória dos amigos que já perdi. Aos que espero não perder. Aos que acreditam na solidariedade. NÃO SEI POR ONDE VOU ... SEI QUE NÃO VOU POR AÍ

30
Out 08

(cont...)

 

 

Tendo-se dirigido ao funcionamento de diversas instituições, correu o risco de o discurso se ter diluído, ainda que grande parte da população o incentive a continuar tal caminho, quase o equiparando a uma cruzada do novo século.

 

Certa Magistratura, igualmente respeitável, como é o caso da do Ministério Público, adoptou a conduta contrária. Aludiu simplesmente que nem sequer respondia por «falta de credibilidade» do Autor. Esperava mais e melhor do Ilustre Magistrado.

 

Em certos círculos da advocacia... terão surgido sorrisos irónicos... como se a falta de credibilidade de um Bastonário fosse, em si mesma, um bem para a Classe.

 

Pessoalmente, comungo de muitas das suas preocupações (e quem sabe, deixarei aqui testemunho de uma actuação intolerável de um Juíz). Mas entendo que lhe é exigível maior rigor e objectividade.

 

Fala para que outros que se calam, por medo, receio ou interesse, não possam fingir que não sabem. Sardinha de rabo na boca, pois para saberem, algo de concreto, factual, real, tem de ser alegado.

 

O argumento teria fundamento e seria essencial e de plena pertinência, se estivéssemos a viver perante o Estado Novo ou no período do nazismo.

 

Inquéritos abertos foram, assim, arquivados quase à nascença, como seria de esperar, nada de novo e positivo tendo resultado ou podendo resultar de evasivas declarações.

 

E existem limitações legais a ponderar prévia e prudentemente: penso no segredo de justiça, no segredo fiscal, no segredo profissional em geral e bancário, em particular.

 

São barreiras legislativas cuja bondade é da competência, uma vez mais, do legislador.

 

E a matéria de segurança é comum à generalidade da população, nela se incluindo os juízes, com justificadas razões: roubos de computador com matéria porventura sigilosa. pessoas intrincheiradas com armas junto dentro de tribunais, assalto de máquinas Multibanco dentro de um Tribunal, dão efectivamente que pensar. 

 

A criminalidade violenta existe: é um facto da actualidade e que carece de resposta adequada e urgente.

 

Faremos uma referência breve à situação da Polícia e dos Juízes. Tentaremos abordar a situação dos advogados estagiários, em que se colocam reservas à bondade da própria iniciativa do Senhor Bastonário.

 

 

 

publicado por Manuel Luís às 11:37

mais sobre mim
arquivos
2009

2008

favoritos

ABRIL

links
pesquisar
 
tags

2009; ano novo; amizade(1)

acção executiva; cheques; crime; juiz(1)

amizade; amor; vida; sorriso(1)

amizade; cidadania; cidadão; cidades;(1)

amizade; cidadania; cidadão; cidades; co(1)

amizade; cidadania; cidadãos; direito ro(1)

amor; amizade(1)

amor; mulher; violência; justiça; crimes(1)

bancos; depósitos; antónio vitorino(1)

bancos; fundos de investimento; ppa; ppr(1)

blogs; blogosfera; informática; revistas(1)

casamento; divórcio; direito positivo; j(1)

cavaco silva; ps; psd; açores;politica(1)

cheques; revogação; bancos;(1)

chico buarque; maria bethânia; nat king(1)

código do trabalho(1)

crédito à habitação; politicos; jorge sa(1)

crimes; justiça; tribunais; advogados(1)

custo de vida; preços; bancos; luz(1)

direito; direito positivo; saúde; multas(1)

direito; direitos de personalidade(1)

direito; priberam; tribunal contituciona(1)

dudh; declaração universal dos direitos(1)

esperança; saúde; justiça; educação; pol(1)

fé; supertição; amizade(1)

heloise helena; amizade; poesia; interne(1)

infância; memórias; vida(1)

jornais; crime(1)

jornais; estado; ps(1)

juros; d.p.; bancos; fundos; depósitos(1)

justiça; oe; orcamento de estado(1)

juventude; imaginação(1)

livros; antónio arnaut; rio de sombras(1)

livros; história; joaquim fernandes; mar(1)

livros; história; natal(1)

livros; lei; direito; processo civil; ju(1)

livros; leitura(1)

mulher; amor; amizade; trabalho;(1)

mulher; amor; solidão(1)

mulher; homem; casamento; blogs; anedota(1)

natal; acidente de viação; igreja(1)

obama; e.u.a; paz; anedotas(1)

penhora; saldo bancário; código do traba(1)

poesia; amizade; heloise helena(1)

poesia; ary dos santos(1)

poesia; ary dos santos; mulher(1)

poesia;justiça;liberdade; corrupção(1)

policia judiciária; internet; yahoo; msn(1)

política; bancos(1)

politica; mário soares(1)

romance; infância; memórias; emigração(1)

romance; trabalho; avaliação; competênci(1)

vida; amor; felicidade(1)

violência doméstica; neve;(1)

voluntariado; natal; sem-abrigo(1)

todas as tags

blogs SAPO