Tempo, Vida. Relógio. À memória dos amigos que já perdi. Aos que espero não perder. Aos que acreditam na solidariedade. NÃO SEI POR ONDE VOU ... SEI QUE NÃO VOU POR AÍ

04
Nov 08

AMIZADE - CONTINUAÇÃO

 

Atribui-se a Plutarco a seguinte afirmação: « Não preciso de amigos que mudem quando eu mudo e concordem quando eu concordo. A minha sombra faz isso muito melhor».

E, bem mais próximo do nosso século, Antoine de Saint-Exupery escreveu que «Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós».    

Como tem piada e uma lição a frase de E. Cunningham: « Amigos são aquelas pessoas raras que nos perguntam como estamos e depois ficam à espera da resposta».

 

Mas a natureza humana é pouca dada a críticas, ainda que bem intencionadas e melhor fundadas, desvia-se o tema ou diz-se tratar-se de esfera pessoal, encaminhando o opinador para a sua própria vida.

Daí que, conselhos só a pedido e normalmente ouvindo e levando a pessoa carente a formular adequadamente as perguntas, o que será meio caminho para obter, por si própria, a resposta mais adequada.

 

 

NOME DO MEU BLOGUE - com abraço pelo comentário

Finalmente, a dúvida relativa ao nome escolhido para o blogue: pensara em «cidadania», mas rapidamente verifiquei a existência de outros com tal designação.

 

Descobri nomes muito interessantes, divertidos e conducentes a uma crítica indirecta. Lembrei Gil Vicente e o « ridendo castigat mores». (a sorrir (pela sátira) corrigem-se os costumes).

 

Pretendia uma ligação entre os cidadãos (cives) governados e os que nos governam, o Estado, o Poder Central ou local, as cidades onde vivemos e a qualidade de vida a que se deve aspirar…

 

O «Cives» tem origem no Direito romano, onde o domicílio estaria na origem da distinção do direito aplicado aos cidadãos de Roma, o IUS CIVILE, - que com mudanças de evolução histórica ainda hoje impregna o nosso Direito Civil positivo e os princípios jurídicos aplicáveis - e que se diferenciava do «ius peregrini», aplicável aos que se dirigiam a Roma, inter alios, oe mercadores que ali se deslocavam com o intuito de comerciar. Este regulava as relações entre eles e as relações estabelecidas com os cives. O vocábulo poderá aproximar-se e ser fonte de vocábulos como civismo ou civilização.

Cives, somos todos, seres humanos com dignidade pessoal, direitos soberanos alienados ao Estado na estrita medida das necessidades da sociedade, como comunidade de cidadãos livres, com o direito de expressão, mesmo que sujeitos a crime em caso de abuso ou ofensa de valores dignos de tutela jurídica, desde logo, o bom nome dos demais ou a intimidade da vida pessoal,etc.

 

Se Roma nos legou o seu Direito, Atenas legou-nos o Pensamento filosófico.

 

Já a POLIS tem origem grega, tendo começado por designar a cidade-estado que na Grécia clássica configura a democracia política. Nela se destacava Atenas, em contraste com Esparta    ( ainda hoje se refere a dureza da sua educação, ao aludir a «uma educação espartana»).

 

Na Atenas clássica, a participação dos cidadãos nos direitos da comunidade ia até ao exercício rotativo das funções públicas. (cfr Introdução à Enciclopédia Polis) e sobre as divergências entre a democracia ateniense e, entre outros, a de Esparta, o artigo de R. Cabral, no seu 4.º vol. pp 1314/5). Conclusivamente, o sentido mais nobre do termo, reconhecendo o «inegável valor do «legado grego», com as aportações de séculos de pensamento humano, «enfrentando e assumindo o necessário esforço de inovação que exigem as inéditas circunstâncias em que os homens de hoje vivem». Estaremos perante um conteúdo circunscrito à área cultural das ciências da Sociedade e do Estado, mas atenta na reflexão pelo cidadão e intervenção esclarecida nas zonas cruciais da vida colectiva.

 

Curiosamente, o projecto de renovação das nossas cidades recebeu, adequadamente, este nome de POLIS.

 

 

 

publicado por Manuel Luís às 18:14

lolol :)
Muito bom... adorei! (e ainda estou a sorrir). A informação é deliciosa e recorda-me um desejo muito antigo de estudar latim e/ou grego... mas será um desejo que irei realizar durante a minha reforma. No entanto, obrigada por me recordares de E. Cunningham que, de facto, escreveu uma frase muito bela e muito certeira.
Desculpa a minha escassez nas palavras, mas a esta hora os meus neurónios já começam a pedir algum júbilo e pouca actividade intelectual.
Larissa a 4 de Novembro de 2008 às 19:02

mais sobre mim
arquivos
2009

2008

favoritos

ABRIL

links
pesquisar
 
tags

2009; ano novo; amizade(1)

acção executiva; cheques; crime; juiz(1)

amizade; amor; vida; sorriso(1)

amizade; cidadania; cidadão; cidades;(1)

amizade; cidadania; cidadão; cidades; co(1)

amizade; cidadania; cidadãos; direito ro(1)

amor; amizade(1)

amor; mulher; violência; justiça; crimes(1)

bancos; depósitos; antónio vitorino(1)

bancos; fundos de investimento; ppa; ppr(1)

blogs; blogosfera; informática; revistas(1)

casamento; divórcio; direito positivo; j(1)

cavaco silva; ps; psd; açores;politica(1)

cheques; revogação; bancos;(1)

chico buarque; maria bethânia; nat king(1)

código do trabalho(1)

crédito à habitação; politicos; jorge sa(1)

crimes; justiça; tribunais; advogados(1)

custo de vida; preços; bancos; luz(1)

direito; direito positivo; saúde; multas(1)

direito; direitos de personalidade(1)

direito; priberam; tribunal contituciona(1)

dudh; declaração universal dos direitos(1)

esperança; saúde; justiça; educação; pol(1)

fé; supertição; amizade(1)

heloise helena; amizade; poesia; interne(1)

infância; memórias; vida(1)

jornais; crime(1)

jornais; estado; ps(1)

juros; d.p.; bancos; fundos; depósitos(1)

justiça; oe; orcamento de estado(1)

juventude; imaginação(1)

livros; antónio arnaut; rio de sombras(1)

livros; história; joaquim fernandes; mar(1)

livros; história; natal(1)

livros; lei; direito; processo civil; ju(1)

livros; leitura(1)

mulher; amor; amizade; trabalho;(1)

mulher; amor; solidão(1)

mulher; homem; casamento; blogs; anedota(1)

natal; acidente de viação; igreja(1)

obama; e.u.a; paz; anedotas(1)

penhora; saldo bancário; código do traba(1)

poesia; amizade; heloise helena(1)

poesia; ary dos santos(1)

poesia; ary dos santos; mulher(1)

poesia;justiça;liberdade; corrupção(1)

policia judiciária; internet; yahoo; msn(1)

política; bancos(1)

politica; mário soares(1)

romance; infância; memórias; emigração(1)

romance; trabalho; avaliação; competênci(1)

vida; amor; felicidade(1)

violência doméstica; neve;(1)

voluntariado; natal; sem-abrigo(1)

todas as tags

blogs SAPO